Qual é o denominador comum da reactivação ?

Como aumentar os seus ingressos na Airbnb
13 Janeiro, 2021
O impacto da pandemia no turismo rural
14 Janeiro, 2021

Qual é o denominador comum da reactivação ?

Que o quadro do turismo mudou é evidente, assim como a preocupação de diferentes organizações públicas e privadas sobre o impacto que a pandemia está a causar no turismo. Um problema na fonte mais importante do PIB do país é um problema de todos, razão pela qual já podemos ver como várias iniciativas de grandes cadeias, companhias aéreas, associações turísticas ou pme nos permitem visualizar um 2021 digital e sustentável, em que o contato direto é substituído por ferramentas tecnológicas que permitem manter a proximidade à distância, atendendo às exigências do novo viajante Pós-Pandemia V1.0

 

Exemplos que nos permitem saber como sobreviver à pandemia e reativar a maquinaria:

Gestão no transporte aéreo: SEGURANÇA

Várias companhias aéreas consideraram a implementação de um passaporte de vacinação para encorajar as viagens internacionais. Outros, tais como a United Airlines, incluíram um teste COVID-19 nos seus bilhetes e como resultado aumentaram a sua ocupação de voo em 95%.

Em pleno debate sobre a validação de testes antigénicos como alternativa aos PCR para viagens aéreas, a IATA ( Associação Internacional de Transporte Aéreo) anunciou que se encontra na fase final de desenvolvimento do seu Travel Pass, um documento que visa assegurar a abertura segura das fronteiras.

A situação e a procura impulsionam o comportamento do mercado e a IATA prevê que, até 2021, a distribuição aérea evoluirá para um ambiente mais flexível, dinâmico e centrado no passageiro.

Gestão em restauração: ADAPTABILIDADE

Dentro de um cenário restrito, os bares e restaurantes tiveram também de se reinventar durante as faixas horárias que lhes foram permitidas; entrega de comida ao domicílio através de apps, os bares transformaram-se em restaurantes improvisados. A diversificação tem sido a chave e os estabelecimentos com clientes fiéis têm encontrado ambientes de colaboração que os têm ajudado a sobreviver.

O sector da vida noturna também desenvolveu uma app para garantir a segurança de acesso às diferentes áreas.

Sectores tão consolidados em Portugal como a indústria da restauração, mostram quais são os elementos essenciais para sobreviver em tempos de crise: clientes fiéis, flexibilidade e digitalização.

Medidas nacionais e participação internacional: INVESTIMENTO

Vários eventos internacionais tiveram recentemente lugar no nosso país com o objetivo de discutir e traçar formas de reativar a mobilidade e o turismo, com o empenho e envolvimento de organismos públicos; a Tourism Innovation Summit (TIS) em Sevilha e a cimeira internacional do G20 nas Ilhas Canárias reuniram mais de 70 organizações (incluindo a Organização Mundial do Turismo) e mais de 80 países a fim de enfrentar o novo desafio de implementar soluções tecnológicas e ajuda à digitalização.

Mais investimento, especificamente 3,400 milhões de euros serão atribuídos para modernizar o atual modelo turístico, com base nos princípios da digitalização e sustentabilidade. Em AvaiBook estaremos atentos aos próximos pedidos de ajuda para o manter informado.

 

Como enfrentar o 2021 no aluguer de férias?

O ingrediente não é secreto e está sobre a mesa: DIGITALIZAÇÃO.

Não é necessário ser um técnico de informática para digitalizar um negócio, nem é preciso renunciar aos seus valores quando se utiliza a tecnologia. Pelo contrário, a indústria da tecnologia permite-lhe aumentar exponencialmente os seus valores e comunicá-los.

Imprescindível para 2021:

  1. Segurança: transmita segurança através da comunicação com seus clientes. Explique os seus protocolos de limpeza, disponibilize-se, antecipe as suas necessidades, fornecendo informação que já conhece e que sabe que irá melhorar a experiência do cliente. Facilite o contact-less com fechaduras inteligentes, antecipe o fast checkin de forma automática…
  2. Adaptabilidade: oferece diferentes opções de reserva, pacotes de estadia longa, promoções de última hora…
  3. Investimento: invista estrategicamente em produtos que se ajustem ao seu conceito de aluguer, invista o seu tempo a informar-se sobre as notícias que o irão beneficiar. Existem soluções para tudo na domótica: consultores, agências de marketing digital, seguros de assistência… A utilização de um Channel manager, PMS, como o AvaiBook, permite-lhe poupar uma enorme quantidade de horas que pode utilizar para melhorar a sua estratégia, para expandir o seu mercado ou simplesmente para si próprio.

 

Os dados mostram que a recuperação nos alugueres de férias vai ser mais rápida do que noutros sectores do turismo. Viagens de negócios, teletrabalho, turismo local… o foco está na – infelizmente abreviada – parque imobiliário de aluguer para férias: com menos oferta e mais procura para o seu alojamento, por isso prepare-se.

 

Conheça as suas necessidades, o seu produto e o seu entorno, e os bons números voltarão!